segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Going Gray... ou fazendo as pazes com seu cabelo grisalho!

Minha mãe sempre foi do lema de que cabelo cresce... portanto eu nunca tive medo de cortar, pintar, fazer permanente, progressiva... já perdi as contas das vezes em que meu cabelo foi drasticamente modificado...

Já fui morena, ruiva, muito ruiva, muito loira... 

Nos últimos tempos os reflexos tiveram seu lugar.

Acontece que tudo que é demais cansa... e um dia eu olhei ao redor e vi que 9 entre 10 mulheres ou eram loiras ou tinham muitos reflexos...

E além disso eu tinha que fazer visitas quinzenais ao cabelereiro... dinheiro e tempo, muito tempo perdido...  

Cansei... e resolvi mudar de novo!

E pesquisando na net achei o "going gray"... que nada mais é do que valorizar o seu cabelo grisalho...

Feio? Dá uma olhada:


E por aí vai... joga no google ou no pinterest "going gray"... vão surgir mais e mais imagens de mulheres lindas, todas assumidamente ... grisalhas!
Era o empurrão que faltava para a minha mudança... e assim, desde maio/2013, aderi ao movimento e disse adeus às tinturas!
Quer aderir? Fácil!
Mas seu cabelereiro vai ser contra, já adianto! Vai dizer que a única forma é para de colorir e cortar bem curto. Não acredite!
O inicio é mais complicado mesmo. Eu tenho muitos cabelos brancos e usava uma base marrom e muitas luzes (coisa de louco mesmo, né? Colorir os cabelos brancos e depois descolorir pra fazer luzes... aff.).
O que eu fiz: pedi um tom de fundo semelhante ao meu natural, mas um tanto mais claro. Depois fiz luzes, o máximo que a touca permitiu, no tom mais claro possível.
A primeira vez ficou "meio meio", não vou negar... mas nada pavoroso.
O segredo é que as luzes devem ser feitas, no inicio, em intervalos mais curtos (a cada dois ou três meses).
Interessou-se? Quer tentar?  Eu juro que é mais simples do que parece!
bjs

Nenhum comentário:

Postar um comentário